Ácido L-polilático

Ácido L-polilático

O ácido L-polilático é uma nova aposta para combater a flacidez facial.

O ácido L-polilático é uma substância que é aplicada no consultório do dermatologista, da mesma forma que outras substâncias usadas no preenchimento das rugas. A expectativa é que a técnica resulte em mais firmeza à pele e a maior produção de colágeno, a fim de redefinir e renovar os contornos da face.

A diferença do ácido L-polilático para as outras formas de preenchimento está no combate à flacidez. A indicação do produto é para pacientes acima dos 40 anos. A substância deve ser aplicada em vários pontos diferentes do rosto, em formato de rede, enquanto as outras substâncias são aplicadas diretamente nas rugas.

Os efeitos indesejáveis são hematomas e vermelhidão, praticamente os mesmos que os provocados por outras substâncias usadas no preenchimento das rugas. Além do uso contra rugas, o produto também pode ser utilizado na correção de cicatrizes de acne e catapora.

Como o Ácido L-polilático age na pele?

O Ácido L-polilático é injetado na camada da pele chamada derme e ativa a produção de colágeno, corrigindo o contorno e suavizando as linhas de expressão.

Quantas sessões são necessárias?

É difícil limitar a quantidade de sessões sem antes conhecer o quadro clínico do problema, em média os resultados aparecem logo após três sessões, mas em todos os casos é necessária uma avaliação completa da pele.

Há contra-indicação na aplicação do Ácido L-polilático?

O uso do Ácido L-polilático é contra-indicado em pessoas que têm alergia ou algum tipo de inflamação e infecção na região. Além desses casos, o método também não é indicado para grávidas ou pessoas com doenças autoimune.

Galeria de fotos:

Ácido L-polilático

Ácido L-polilático

Ácido L-polilático

Ácido L-polilático

Ácido L-polilático

Ácido L-polilático

Comments are closed